15 de agosto

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
19/05/22 às 14h51 - Atualizado em 19/05/22 às 14h51

GDF investe R$ 2,1 milhões em reforma de passagens subterrâneas

COMPARTILHAR

O Governo do Distrito Federal (GDF) está reformando as 16 passagens subterrâneas do Plano Piloto. O investimento nas obras é de R$ 2,1 milhões. Nesta quinta-feira (19), o governador Ibaneis Rocha visitou a obra da passagem que liga a 103 à 203 Norte, em fase de finalização.

A da 102 Norte, na altura do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), está finalizada, e atualmente o governo trabalha nas quadras 105 e 107 Norte. Assim seguirá até o final da Asa Norte para, em seguida, iniciar os trabalhos na Asa Sul.

“É um meio de passagem dos pedestres. São 16 passagens subterrâneas que temos no Distrito Federal e vamos devolver à comunidade esse meio de travessia. Faz parte de um conjunto de obras que temos feito nas cidades. A gente pede que as pessoas evitem o vandalismo e denunciem os casos para que tenhamos esses espaços preservados”, afirmou o governador Ibaneis Rocha, ao visitar as obras na 203 Norte.

“É um trabalho de manutenção que está sendo feito, até porque as passarelas fazem parte do patrimônio tombado da cidade. Não podemos fazer grandes modificações sem a aprovação do Iphan”, acrescentou.

Os serviços incluem a reforma da rede de drenagem de águas pluviais e do piso, a limpeza das paredes e a substituição das lajotas danificadas, de corrimãos e da iluminação convencional por lâmpadas de LED – que oferecem maior visibilidade e são mais econômicas. A Novacap, responsável pelos serviços, também vai corrigir as infiltrações existentes e mudar as rampas de acesso.

“Nunca foi feita uma intervenção desse nível nas passagens subterrâneas. Estamos recuperando e limpando as passagens, uma repintura com tinta epóxi, de alta resistência, para durar mais. Revisão da iluminação, das grelhas de água pluvial. Serviços para as pessoas utilizarem as passagens com mais segurança”, disse o diretor de Edificações da Novacap, Rubens de Oliveira.

Construídos a cada duas quadras residenciais, os túneis passam sob os eixos W, L e o Eixão. O vandalismo e a sujeira nas passagens incomodam os usuários, mas quem vê as passagens reformadas se mostra impactado. “Era muito suja essa passagem. Tinha buraco, saco de lixo, era muito feia. Agora ela está linda e maravilhosa, parece uma casa pintada que a gente passa com muito carinho. Eu nunca a vi arrumada”, afirma a zeladora Dalva da Silva, que trabalha há 30 anos na 203 Norte.

A reforma das passagens subterrâneas é mais uma ação de cuidado do governo com as cidades. A reforma das tesourinhas; da W3 Sul; do Setor de Rádio e TV Sul; da Praça do Povo, no Setor Comercial; da Avenida Hélio Prates, em Ceilândia e Taguatinga; da Avenida Principal, no Paranoá; e da Avenida dos Pioneiros, no Gama, são alguns exemplos de recuperação de importantes ruas e equipamentos públicos do Distrito Federal.

A aposentada Erenilda de Jesus Santos, que também passava pelo túnel da 103 Norte, gostou do que viu. “Estava de péssima qualidade, inclusive estava até com medo, mas hoje estou sentindo que mudou a cara do negócio. Essa obra está muito bem-feita. Hoje acredito que posso vir até sozinha, sem estar acompanhada da minha neta. A claridade deixa a gente mais à vontade, e o brilho faz parecer que estamos pisando em um espelho. Está bem arrumadinho”, comenta.

Fonte: Agência Brasília

Fotos: Hanna Braga

Mapa do site Dúvidas frequentes