27 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
17/02/23 às 7h30 - Atualizado em 16/02/23 às 21h00

Os cuidados especiais com a segurança e o trânsito durante a folia

COMPARTILHAR

O Carnaval Oficial do Distrito Federal vai entregar muita alegria, irreverência e fantasia aos foliões, após dois longos anos de espera. Mas, para que a festa deixe apenas boas lembranças, é preciso estar atento aos cuidados com a segurança. A Agência Brasília conversou com a Polícia Militar (PMDF) e o Departamento de Trânsito (Detran-DF) sobre o assunto e separou as principais recomendações. Veja!

Evite furtos

Segundo o major Michello Bueno, porta-voz da PMDF, os crimes com maior número de ocorrências durante a folia são furtos a celulares, carteiras e objetos de valor, ao interior de veículos e assédio. Este último deve ser relatado aos policiais militares mais próximos, para que a vítima e o acusado sejam levados à delegacia.

Para evitar furto a celulares, o recomendado é não “dar mole” com o aparelho. Não fique com ele exposto e nem deixe-o em locais de fácil acesso, como em bolsos traseiros. O ideal é que o celular seja guardado em doleiras – um tipo de pochete usada embaixo da roupa – ou na pochete convencional. Neste caso, o folião deve improvisar uma trava nos bolsos para que não sejam abertos com facilidade.

Além disso, coloque senha em todos os aplicativos bancários e desconecte o e-mail principal do celular: isso dificulta que os criminosos mudem as senhas e façam transferências monetárias.

Objetos de valor como relógios e joias também não devem ser expostos para evitar o risco de furto ou assalto. A PMDF recomenda que os cidadãos carreguem apenas o necessário, nas doleiras, pochetes ou em bolsos laterais, preferencialmente com velcro: documento com foto, pouco dinheiro em espécie e um cartão com limite pré-determinado.

“É muito importante ter cuidado com cartões. Desabilite o pagamento por aproximação ou coloque senha para concluir qualquer pagamento. Pode acontecer de, no meio da muvuca, aproximarem uma maquininha do seu bolso e o cartão aprovar uma compra, ou ainda, o cartão pode cair no chão ou ser levado por um criminoso e gerar prejuízo ao cidadão”, explica Bueno.

Além disso, dê preferência para estacionamentos privados ou, caso não seja possível, tente deixar o carro em locais movimentados e regulares, para evitar a aplicação de multas. “Não deixe nenhum tipo de objeto à vista no veículo, pois, ao ver, mesmo que não pareça algo atrativo, o criminoso pode quebrar o vidro do carro”, pontua o Major.

 

Afaste-se de brigas

“Tente andar sempre em grupo ou acompanhado. Pessoas sozinhas são alvos fáceis para furtos e assaltos, ainda mais em locais ermos”, indica Bueno. “E não corra atrás de ninguém para tentar recuperar os pertences. Teremos muitas linhas de revista, além de policiais espalhados por todos os blocos. Então, procure ajuda”, completa.

E ao perceber algum sinal de confusão, afaste-se. “Ao ver uma briga, saia de perto. Não se envolva. As pessoas têm que ir para o Carnaval se divertir, curtir a festa. Com as linhas de revista, estaremos trabalhando para evitar a entrada de pessoas armadas, principalmente com facas”, afirma o major.

Cuidado ao dirigir

Atenção ao volante ter um pós festa seguro e tranquilo. Manobras arriscadas, alta velocidade e embriaguez são as principais causas de acidentes com vítimas. “Caso o condutor deseje beber, que tenha responsabilidade e não dirija. Nestes casos, o ideal é escolher um amigo da vez ou voltar para casa de transporte por aplicativo”, orienta o diretor de Policiamento e Fiscalização do Detran-DF, Wesley Cavalcante.

 

Catarina Loiola, da Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes