27 de novembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
4/11/21 às 17h08 - Atualizado em 4/11/21 às 17h42

Festival Afro Urbano

COMPARTILHAR

A celebração do Dia da Consciência Negra no Distrito Federal vai durar o mês inteiro!

 

A primeira edição do Fetival Afro Urbano traz ações culturais, literatura, cursos de formação e apresentações musicais para enaltecer a produção de artistas negros da capital do país.

Serão cinco eventos gratuitos ao longo de todo o mês, incluindo a primeira exposição com temática racial do MAB (Museu de Arte de Brasília) depois da reabertura do museu. O equipamento cultural foi reinaugurado em abril de 2021, após 14 anos fechado para reforma. Agora, está de portas abertas para enaltecer a produção de artistas visuais negros do Distrito Federal.

O acervo da exposição conta com 13 obras, entre elas uma produção exclusiva e inédito do renomado artista Antonio Obá. Celebrada internacionalmente, a arte de Obá estampa a capa do best seller “O avesso da pele”, do escritor Jeferson Tenório. Ao lado dele, nomes como os das fotógrafas Ester Cruz e Beatriz Andrade, além dos artistas Ricardo Caldeira e Victor Hugo Soulivier.

O MAB também será palco para apresentações de músicos que movimentam o cenário independente de Brasília. Marcelo Café e João Peçanha estão entre os destaques do samba. Anna Moura, com sua poesia musicada, e Bárbara Silva, destaque como artista revelação na playlist do Spotify, representam a nova geração da MPB com músicas autorais. A voz potente de Thiago Ruby traz o pop e o R&B, enquanto o percussionista Moustapha Diene, convidado internacional, mostra a cultura do Senegal por meio do sabar.

O Festival Afro Urbano também pensou no público infantil e a contação de história está garantida pela Cia Cafundó. No repertório, histórias com protagonismo negro, como “Tâmara e Tamarindo”, livro recém-lançado pelo escritor e especialista em cultura africana, André Lúcio Bento.

Além do MAB, a programação do festival acontece no Simbaz, restaurante de culinária africana, onde vai ocorrer a feira do projeto Katendê, com produtos artesanais de produção local, e no Caracas,Vei, espaço cultural em Taguatinga que vai receber uma feira literária com tarde de autógrafos dos escritores, apresentação de vogue e de break.

O Festival Afro Urbano tem produção e curadoria da Cassangue Produções e é realizado com apoio da Administração Regional do Plano Piloto. A programação completa está disponível nas redes sociais da produtora.

Contatos para imprensa
Carolina Martins (produtora): 61 9.8108-3235
Luiz Noronha (produtor): 61 9.8131-7776
Instagram: @cassangueproducoes

Programação

DOM (7/11)
a partir das 9h
Local: Simbaz – Culinária Afro e Bar (412 sul)
– Feira do projeto Katendê
– Apresentações musicais: Bárbara Silva, DJ Afrika e Felipe Fiúza

SÁB (20/11)
a partir das 17h
Local: Caracas,Vei (Taguatinga)
– Feira literária com tarde de autógrafos dos escritores Karla Calasans, Pedro Ivo, Ricardo Caldeira e André Lúcio Bento.
– Apresentações musicais: Anna Moura, Bárbara Silva, Thiago Ruby, B-boy Kastelar, Úrsula Zion, Moustapha Diene.

DOM (21)
a partir das 9h
Local: Simbaz – Culinária Afro e Bar (412 sul)
– Feira do projeto Katendê
– Apresentações musicais: Thiago Ruby, DJ Afrika e Felipe Fiúza

SÁB (27)
a partir das 10h
Local: Museu de Arte de Brasília (orla do Lago)
– Exposição de artistas visuais
– Atração infantil: Cia Cafundó
– Apresentações musicais: B-boy Kastelar, Úrsula Zion, Bárbara Silva, Marcelo Café

DOM (28)
a partir das 10h
Local: Museu de Arte de Brasília (orla do Lago)
– Exposição de artistas visuais
– Atração infantil: Cia Cafundó
– Apresentações musicais: Moustapha Diene, Thiago Ruby, Anna Moura, João Peçanha

Mapa do site Dúvidas frequentes