20 de junho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
19/04/21 às 14h22 - Atualizado em 19/04/21 às 14h22

Manutenção do Plano Piloto para evitar alagamentos

COMPARTILHAR

GDF Presente intensificou os trabalhos de manutenção no Plano Piloto para evitar os alagamentos causados pelas chuvas. Na semana passada, as equipes do Polo Central Adjacente III, com ajuda de oito reeducandos da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), limparam 41 bocas de lobo em uma das principais avenidas de Brasília: o Eixo Monumental.

A desobstrução dos bueiros foi feita no trecho entre a Rodoviária do Plano Piloto e o Palácio do Buriti. “Esses locais já passaram por limpeza no último período chuvoso, estamos limpando de novo agora que está acabando o período chuvoso e, na seca, vamos passar de novo”, diz o coordenador do Polo Central Adjacente III, Lúcio Barbosa. “Nossa intenção é mantê-las limpas para quando iniciar as chuvas. Estamos adiantando o trabalho”, completa.

Foi retirada cerca de uma tonelada de lixo das bocas de lobo, basicamente folhas e terra. “Normalmente a gente acha muita sujeira causada pelos homens, como sacolas plásticas e papel. Mas desta vez tinha basicamente lixo verde”, conta Lúcio.

Segundo a administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro, promover a limpeza e desobstrução das bocas de lobo é trabalho de manutenção periódica fundamental para evitar alagamentos e prevenir acidentes. “As ações do GDF Presente nos garantem esse cuidado com a cidade e sua população”, ressalta. “O Eixo Monumental é nosso cartão de visita. Todo o cuidado com aquela área é um sinal de acolhimento com quem chega, quem vive em Brasília e passa por ali.”

GDF Presente, em parceria com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), também fez operações tapa-buracos no Setor de Hotéis e Turismo Norte (SHTN), perto da Vila Planalto, no acesso e no estacionamento do Museu de Artes de Brasília, e no eixo L Sul, na altura da quadra 210. Foram utilizadas nessas ações 1,5 toneladas de massa asfáltica.

Já na Rodoviária do Plano Piloto, os trabalhadores recuperaram o asfalto da plataforma inferior, a laje que cobre o Buraco do Tatu. Cinco toneladas de massa asfáltica foram utilizadas nessa ação.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros