20 de junho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
29/04/20 às 18h16 - Atualizado em 29/04/20 às 18h16

Operação DF Livre de Carcaças chega no Plano Piloto

COMPARTILHAR

O Plano Piloto recebeu hoje, 29/4, a operação DF Livre de Carcaças para retirar carros velhos abandonados em áreas públicas da RA-I. A iniciativa faz parte das ações do GDF para eliminar focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya. Coordenada pela Secretaria de Segurança Pública a ação, que teve apoio da Administração Regional do Plano Piloto, foi uma parceria com o DF Legal, o Departamento de Trânsito (Detran-DF), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), da Secretaria de Saúde (SES).

Para o secretário de Segurança Pública, o delegado Anderson Torres, a ação evidencia a preocupação do GDF com o combate à proliferação do mosquito da dengue e também da capacidade de interação entre os órgãos. “Esta medida está sendo muito eficaz. Desde que iniciamos a operação, no inicio do ano, 244 carros abandonados já foram retirados das ruas da cidade. Os resultados são possíveis com o esforço concentrado e comprometimento de vários órgãos, cada um contribuindo na sua área”.

Asa Sul, Asa Norte e Vila Telebrasília foram algumas das áreas beneficiadas pela ação no Plano Piloto. Antônio Alberto, da Associação dos Moradores da Vila Telebrasília, parabenizou o GDF pela operação e defendeu que “esse tipo de iniciativa conscientiza os moradores de que nas áreas verdes não podem ser jogados carros abandonados e muito menos carcaças de carros, o que só aumenta a proliferação do mosquito da dengue”.

Para Ilka Teodoro, administradora do Plano Piloto, a retirada do material das ruas é uma questão de saúde pública, higiene e limpeza da cidade. “A remoção de carcaças e carros abandonados sempre esteve entre as principais demandas identificadas na Administração do Plano Piloto como prioridade pela população. Então, essa é uma operação que vem de encontro com essas demandas e ajuda muito a manutenção da cidade limpa e livre de focos de doenças”, disse.

Para o Coordenador de Fiscalização do Detran, Wesley Cavalcante, o trabalho garante mais segurança e mobilidade aos usuários do trânsito. “Sabemos que além de evitar que pessoas sejam contaminadas pela Dengue, a retirada de carcaças libera espaços para circulação de pedestres, facilita o uso de vagas de estacionamento e contribui para organização do trânsito na região.”

O mapeamento dos carros abandonados foi feito com o apoio dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) e da Administração Regional.

Fotos: Francisco Bezerra e Luiz Pedro/ Administração Regional do Plano Piloto
Texto: Ramíla Moura/ASCOM – Administração Regional do Plano Piloto

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros